17 fevereiro 2011

Nós somos donos de nossas ações?

Na nossa vida passamos por coisas que  põe a prova nosso carácter, e são nesses momentos que mostramos quem somos.
Podemos nos comprometer a fazer tudo correto, criar ideias e segui-las, podemos ser o melhor em que fazemos, tratar bem as pessoas, e ter a imagem de um ser sensato e correto.
Mas são nossas ações ao oculto que revela quem somos e do que somos capazes, e nesses momentos em que achamos estar seguros contra as criticas ou qualquer reação alheia esquecemos que há um Deus que tudo vê!
Ele conhece nossos pesares e penares, sabe profundamente o que trazemos conosco, e sabe também que aquele que foi lançado a terra pra possui-la age juntamente aos nossos pensamentos, e é ele que surrupia nossas mentes, desligando-nos da semente plantada pelo Pai.
E é ai que nos perdemos e acreditamos que podemos ser donos de nossas atitudes, até que saiamos de nossa trajetória, desviados pela insensatez trazida pelo pecado!
Deus é tão puro e santo que não pode habitar no pecado, isso sabemos, mas o que não sabemos é que no momento que cometemos um ato ilícito nos desligamos Dele, e perdemos a preferência do Pai.
Para manter-se firmes na presença do nosso Deus temos que ser mais do que nossos pensamentos, mas do que nossas vontades, e principalmente ser muito mais do que o maligno que insiste em perseguir nossas mentes e iludir nossos corações!

4 comentários:

Lindalva disse...

Querida amiga Crisinha Rocha (ameeeeeeeei o nominho), peço também desculpas por não ter te visitado eu aindei tão ocupada com meu trabalho e com o mês de festa na Ilha que PUF!, mas eis-me aqui com meu ombro amigo, não te darei conselhos, pois já passei duas separações e te digo o que temos é que está convicta do que queremos, te digo ainda àquela frase: "o tempo é o melhor remédio" é corretisssssssssssssssssima. Mas não devemos ficar sentadas espero que o tempo lamba e cure nossas feridas,nós é que devemos tratar delas. Chore quando sentir vontade, sorria se quiser, grite, dê socos, na parede claro, ou no travesseiro :-)não se envergonhe jamais de mostrar para o mundo que é humana, porisso libere suas emoções, mas mantenha (é dificil, mas totalmente possível)a razão em riste. Precisando de colo estarei pelas ondas, precisando de abraço também, mas também puxarei tuas orelhas se esmoreceres, afinal a separação é apenas uma fatia das inumeras emoções que esta vida efêmera te reservou. Beijos no coração e para desestressas participa da 3ª brincadeira da Ilha hj a noite quando chegar em casa posto a brincadeira!

Blog Consuma com Moderação disse...

Oi Crisinha!
Adorei o texto, concordo com o que escreveu.
Beijos!

Espaço Cris Padilha disse...

Olá querisa amiga! Li todas as suas postagens...e digo que me admirei diante da sua maturidade e força para encarar essa separação..todo recomeço é difícil, e as vezes a gente fica adiando esse recomeço por medo do que vai encontrar lá na frente, né? mas parace que sua família te apóia, e família é tudoooo...vc perguntou o que fazer para esquece-lo mais rápido..acho que a separação definitiva, não vê-lo mais e o tempo..não tem outro jeito! O tempo é o remédio que cicatriza as feridas da alma..Beijos cris, :)

Lindalva disse...

crisinha não deu pra vir naquela noite... ai ai ai nossa vida real, sabes, é dura, mas eis-me aqui linda e loira para te deixar o convite da brincadeira na Ilha e ficaria muito feliz se participasse http://i1205.photobucket.com/albums/bb421/lindalva_martins/19-festa-pirata-2.gif CONTINUA FIRME E FORTE AMIGA e um final de semana de sorrisos e efetivos recomeços! beijos